Mergulho Scuba

Mergulho Scuba

Mudar linguagem para Inglês
Mudar linguagem para Espanhol
Mudar linguagem para Português

Rio da Prata - Jardim MS Brazil - Ismael Escote
Foto de mergulho em Fernando de Noronha - André Seale
Tartaruga - André Seale
mergulhando com arraias - André Seale
Por-do-sol noronha - André Seale
Piau 3 pintas no Rio da Prata - Ismael Escote


Notícias

18/08/2010 - 07h52

Praia em Minas Gerais atrai cada vez mais visitantes

 
 

A+

A-

Altera o tamanho da letra

Capitólio é uma cidadezinha de Minas Gerais que, mesmo distando 600 km do litoral, possui `mar`. É difícil de acreditar, mas a represa de Furnas, instalada na região há quase 50 anos, forma imensos lagos de águas verde-esmeralda, formando uma praia para quem está tão distante do litoral.

A cidade oferece ainda cânions que chegam a 20 m de altura, grutas e belas cachoeiras, como a da Lagoa Azul, que se tornou cartão-postal de Capitólio pela beleza singular. A melhor forma de conhecer essas maravilhas dadas pela natureza à esse cantinho mineiro é a bordo de lancha ou chalana.

Para quem gosta de aventuras, vale conhecer a Trilha do Sol, na qual é possível a prática de rapel, escalada e trekking. Tudo feito em meio a muita natureza e ar puro. Outra opção é subir o mirante do Morro do Chapéu, a 1293 m de altitude. Lá de cima, o visual descortina o Lago de Furnas e os diversos municípios ao seu redor.

E, depois de tanta subida e descida, vale sentar num dos restaurantes da região para apreciar a especialidade gastronômica: peixe. Traíras e tilápias são os peixes mais comuns. Mas o tradicional frango caipira também não fica atrás no cardápio, pois a cidade de Capitólio pode até ter mar, mas ainda fica em Minas!

UM POUCO DE HISTÓRIA

Os primeiros a chegar foram os portugueses, encantados pelas matas virgens, no início do século XIX. Em pouco tempo, fazendas começaram a surgir e a tornarem-se produtivas. Os primeiros moradores de fato da região foram os irmãos João Francisco, Manoel Francisco e Antônio Francisco, que são considerados os fundadores do povoado, chamado de `Arraial dos Franciscos`. Em 1939, o povoado foi elevado à Vila e, em 1948, tornou-se um município.

Em 1962, para construção da hidrelétrica de Furnas, grande parte da região foi inundada, gerando grande prejuízo para economia local. Porém, atualmente, o turismo em torno das águas do Lago gera grande parte da economia regional.

O QUE FAZER E VER

REPRESA DE FURNAS As obras foram concluídas em 1963, no governo de Juscelino Kubitschek. Atualmente, é o principal reservatório para geração de energia elétrica da bacia do Rio Grande. Após a construção da represa, Capitólio ficou debaixo d`água. Porém, o mergulho por ali é uma de suas atrações. Com uma profundidade de 45 m, os mergulhadores ou visitantes curiosos podem admirar diversas espécies de peixes. A melhor época para mergulhar é quando chove menos.

LAGO DE FURNAS Criado pela barragem de Furnas, o reservatório possui 1.449 km² (área maior que a Baía de Guanabara). O lago, a maior extensão de água de Minas Gerais, também é conhecido como `O mar de Minas` e compreende diversos municípios do Estado, além de Capitólio.

CÂNIONS DO LAGO DE FURNAS Formações rochosas com até 20 m de altura, formando curvas até chegar a belas cachoeiras. O acesso é realizado por barco e o contato pode ser feito no Restaurante do Turvo.

BALNEÁRIO ESCARPAS DO LAGO Está a 7 km do centro da cidade e mais parece um condomínio fechado do que um bairro da cidade de Capitólio.

PRAIA ARTIFICIAL DE CAPITÓLIO (Praia Artificial Municipal Domingos Gonçalves Machado). R. São Sebastião 1050. A praia possui quase 25.000 m², dentro do perímetro urbano. Oferece banheiros públicos, quadras para esportes e um calçadão, onde as pessoas costumam caminhar no final do dia. Por ali é realizado o maior carnaval do Lago de Furnas, o Carnapitólio.

IGREJA MATRIZ Pça. Padre João Machado. Tel.: (37) 3373-1279. A igreja, fundada em 1947, possui arquitetura contemporânea e traços simples em seu interior. Além disso, possui quadros e pinturas retratando a vida de Jesus.

POUSADA CACHOEIRA DO LOBO Acesso pela estrada de terra Capitólio / Guapé, 14 km. Tel.: (37) 9983-9070. www.pousadacachoeiradolobo.com.br. Com área de camping, quiosques, banheiros e um bar. Vale a pena passar o dia no local.

TRILHA DO SOL Rod. MG-050, Km 305. Tel.: (35) 9981-2123. www.pousadatrilhadosol.com.br. A trilha oferece restaurante servindo deliciosa comida mineira, cachoeiras, piscina de água corrente, pousadas e etc. É possível também se aventurar no rapel ou em escaladas. Ou seja, possui toda infraestrutura para quem quer apenas conhecer o local ou deseja passar o dia relaxando.

CACHOEIRA LAGOA AZUL Rod. MG-050. Tel.: (37) 9983-7022. www.lagoazul.tur.br. Taxa de preservação ambiental: R$ 10 por pessoa. Linda cachoeira, de fácil acesso. As águas são cristalinas e formam belas piscinas naturais, proporcionando uma hidromassagem natural inesquecível de tão relaxante. Sua infraestrutura de restaurante e estacionamento fornece suporte aos visitantes.

MORRO DO CHAPÉU Sair do centro da cidade em direção a Dique, chegando na Cerâmica União, virar à esquerda e seguir por uma pequena estrada de terra até o Morro do Chapéu.

Um dos pontos mais altos da cidade de Capitólio tornou-se um mirante a 1293 m de altitude. A vista do topo é privilegiada, de onde se pode observar o Lago de Furnas, as cidades de Capitólio, Guapé, Alpinópolis e Nova Barra. Além disso, a mata em seu entorno possui cachoeiras, rica fauna e diversos tipos de aves. Vale a pena conhecer.

Com informações O Dia Online

A reprodução integral ou parcial de textos e fotos deste portal somente é permitida com créditos para o autor e link para a página de onde foi transcrito. É expressamente proibida a reprodução total ou parcial das fotos das galerias sem a autorização prévia dos fotógrafos, os quais estão devidamente creditados nos nomes das galeriasCaso você seja autor de alguma imagem ou texto publicados neste site e deseja remoção ou correção, clique aqui para preencher o formulário de solicitação.


Receba nossa NewsLetter
Name:
E-mail:
Código de segurança:
->